Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Couro e Cabelo

Luta contra a alopécia: partilha de experiências e informações.

Couro e Cabelo

Luta contra a alopécia: partilha de experiências e informações.

Alopécia androgenética: Diagnóstico

20190416_130003_0001.png

 

 

Cabe a cada um de nós uma auto-análise do couro cabeludo para perceber se está com queda normal ou se a queda é excessiva.

 

Uma forma simples é, com ajuda de um pente, fazer um "risco ao meio" e observar a zona do risco: se notar que o cabelo está mais fino que o normal e notar que o couro cabeludo está mais visível que o normal; se seu cabelo for longo o suficiente para fazer um "rabo de cavalo", também pode notar que o cabelo que apanha está mais fino que o normal.
 


 
 
 

Se a queda de cabelo é contínua ao longo do ano e nota que o seu cabelo está a ficar ralo ou com zonas em que tem cada vez menos cabelo, deve procurar ajuda de um médico Dermatologista - Tricologista.
Ele não só avaliará a causa da queda, mas também aconselhar que tratamentos existem para estabilizar a queda de cabelo e estimular o crescimento de novo cabelo.

 
 
 
No entanto deverá ter em consideração alguns fatores:
  • Historial de calvície na família (pais, tios ou avós, tanto do lado materno quanto paterno);
  • Perda lenta e gradual dos cabelos, seguindo os padrões tradicionais de avanço da alopecia androgenética (escalas de Norwood-Hamilton, Ludwig e Savin);
  • Mulheres com síndrome do ovário policístico têm maior predisposição a desenvolver alopecia androgenética (a queda dos cabelos pode ser um sinal importante para descobrir a existência da síndrome);
  • Ausência de outros problemas de saúde como anemia, hipotireoidismo, deficiências nutricionais, desequilíbrios hormonais, infeções, etc.


Quanto mais informações você levar para o seu médico, melhor (inclusive fotografias onde seja visível a diferença ao longo do tempo). Ele deve examinar o couro cabeludo, fazer testes e descartar a suspeita de outros tipos de alopecia.

 
Se suspeita que a sua queda de cabelo poderá ser alopecia androgenética não adie e procure um especialista: Dermatologista - Tricologista. Quanto mais rápido for diagnosticada a causa, maior será a probabilidade de controlar ou mesmo reverter a situação.
 
 
 
E vamos à luta contra a alopecia...

 

Lavar o cabelo: saiba como...

Sabes lavar o cabelo.png

 

Como todos sabemos tudo o que comemos vai influenciar a saúde do nosso cabelo e a falta de nutrientes na alimentação irá danificar aparte interna do cabelo. E todos os produtos capilares que colocamos no nosso cabelo vai influenciar a saúde do nosso cabelo e o uso inadequado de produtos capilares irá danificar a parte externa do fio.

 
Quando penso em produtos capilares, o que me vem logo à mente é o champô. É mesmo por aqui que quero começar pois, no meu caso, foi o primeiro (e principal) erro que cometi durante anos.
 
Todos lavamos o cabelo com champô... aquele champô que,quase instintivamente, compramos por influencia de muita publicidade, que promete cabelos mais fortes, brilhantes, sedosos, ... Mas... Será que estamos a usar corretamente o champô? Será que estamos a escolher corretamente o champô? 
 
O champô tem como função a limpeza do couro cabeludo e cabelos, e não são todos iguais e é preciso ter cuidado na hora de escolher o produto ideal para cuidar dos seus cabelos e nem sempre os champôs mais caros são os melhores e nem os melhores são mais caros. Muito além da marca e da origem dos produtos, é fundamental conhecer sua composição e saber se ele é realmente o mais indicado para o seu couro cabeludo.
 
Sim, isso mesmo, devemos escolher o champô de acordo com as características do couro cabeludo: oleoso, seco, sensível, com caspa, …
 

 

Assim, para lavar, corretamente, o couro cabeludo devemos:

  1. Utilizar água tépida;
  2. Colocar uma pequena quantidade de champô na mão, espalhar nas 2 mãos e posteriormente aplicar no couro cabeludo já húmido, massajando coma ponta dos dedos, nunca com as unhas;
  3. Enxaguar bem sem deixar resíduos;
  4. Repetir o processo se desejar uma limpeza mais profunda;
  5. Utilizar uma toalha para retirar o excesso de água: basta apertar a toalha contra os fios com cuidado;
  6. Aplicar condicionador somente no comprimento, nunca na raiz: fazer movimentos de cima para baixo, espalhando o produto e deixar atuar durante o tempo indicado pelo fabricante do produto;
  7. Enxaguar bem sem deixar nenhum resíduo;
  8. Utilizar uma toalha para retirar o excesso de água: basta apertar a toalha contra os fios com cuidado.

 

 
 
Escolher o champô:
 

wind-3516697_1920-1.jpgpH: o champô deve ter um pH de 4.5 a 5.5,pois os fios de cabelo possuem teor alcalino, por isso o champô ácido irá neutralizar o cabelo;
Aroma: o champô deve ser não perfumado, pois um champô com aroma forte contém álcool, que resseca o cabelo;
Cor: o champô transparente é melhor do que o translúcido ou leitoso, porque o transparente retira todas as impurezas,enquanto que o leitoso só trata os fios de cabelo;
Textura: o champô deve ser suave, ser pouco espesso, pois champô muito espesso possui sal (cloreto de sódio ou Sodium chloride) que deixa o cabelo desidratado e seco.

 

Conhecer o cabelo

Conheces o teu cabelo.png

Durante este longo processo, adquiri alguns conhecimentos que me parecem importantes para qualquer pessoa que queira cuidar do cabelo: conhecer cabelo.

 

Ora, como todos sabemos, o cabelo passa por várias agressões externas no dia a dia, é normal que os fios precisem se recompor para voltar a se desenvolver e crescer normalmente.

 
Para isso, é preciso dar ao couro cabeludo (mais precisamente, ao bulbo capilar, de onde os fios nascem) o necessário para que o cabelo possa repor a sua massa e se manter forte até se afastar por completo da raiz.
Tudo o que comemos vai influenciar a saúde do nosso cabelo e a falta de nutrientes na alimentação irá danificar a parte interna do cabelo. E todos os produtos capilares que colocamos no nosso cabelo vai influenciar a saúde do nosso cabelo e o uso inadequado de produtos capilares irá danificar aparte externa do fio.
 
 
Assim,  
 
Aprender como funciona a estrutura capilar foi uma grande ajuda para perceber as necessidades do meu cabelo e que tipos de cuidados e produtos devo ter na minha rotina de cuidados capilares e com eles consegui uma boa ajuda na luta contra a queda, a falta de crescimento e estou a conseguir que fique cada vez mais bonito.
 
 
Basicamente o fio de cabelo é formado por três camadas: cutícula, córtex e medula.
 
 
A cutícula é composta por várias placas sobrepostas,como as telhas de um telhado e tem como função servir de “escudo” para a camada de baixo (o córtex do cabelo) protegendo-o de agressões externas e ajudando a “segurar” água e outras substâncias dentro do fio. As placas podem estar fechadas (bem unidas umas às outras, impedindo a entrada saída de água e outras substâncias e bloqueando o acesso ao córtex) ou abertas (levantadas e afastadas, permitindo a entrada e saída de substâncias e deixando o córtex mais exposto e desprotegido).
Os maiores causadores dos danos à cutícula são os agressores externos, sejam eles químicos (como tinta, escova progressiva, permanente,relaxamento, etc.), mecânicos (secador, prancha, babyliss, pente, escova,etc.) ou naturais (poluição, sol, chuva, calor, humidade, vento, água do mar,etc.).
Quando em excesso, estes são capazes de retirar a camada protetora de gordura da cutícula e penetrar nas camadas internas dos fios,deixando o cabelo poroso e sem vida.
 
 
córtex é o “coração do cabelo” e é o responsável pelo volume e espessura.  
Os agentes causadores dos danos ao córtex são os agressores externos (químicos, mecânicos e naturais), que rompem a barreira de proteção da cutícula e a atingem. Porém, os efeitos negativos costumam ser mais severos.
Quando eles acontecem, eles retiram a capacidade do córtex de manter a humidade dos fios (hidratação), o que acaba deixando o cabelo mais frágil e ressecado. Por isso, os cuidados com a parte interna dos fios devem ser os mesmos que com a cutícula, ou seja, através de produtos capilares,especialmente os com ação hidratante.
 
 
medula é a parte central do fio, que fica sob o córtex e a cutícula. No entanto, apenas alguns fios (geralmente os mais grossos) apresentam esta terceira camada.
Não há informações sobre a sua função e a sua presença ao longo do cabelo é, muitas vezes, descontínua ou até mesmo ausente.


Agora que conheces o teu cabelo, vamos pensar nos cuidados...


 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siguir-me

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D